Compositores

Walter Ribeiro

Compositor, cantor e violonista

Walter Ribeiro nasceu em Salvador, Bahia e começou a compor, cantar e tocar violão ainda criança. Durante a adolescência participou de muitos festivais de música secundaristas e universitários, vários dos quais foi vencedor.
Em 1986, foi finalista do Festival Disparada com a canção “Água de Poço”, realizado na TV Itapoan e também um dos 12 integrantes do LP Disparada. No mesmo ano, venceu o Festival de Inverno da Bahia, realizado em Vitória da Conquista, com a canção “Re canto”. Ainda em 86, realizou seu primeiro show autoral em Salvador, produzido pela Z Produções, no teatro Solar Boa Vista.
Ao longo de muitos anos, Walter apresentou-se em bares noturnos soteropolitanos, como o Cheiro de Mar, Egos Bar, Vagão e Amaras Bar. Entre os anos de 1997 e 1999 integrou a banda Salada Mista, cantando sambas de compositores consagrados da música brasileira e desde 2019 apresenta-se com o grupo Bandauê em bares soteropolitanos.
Walter Ribeiro possui um grande número de composições solo e em parceria com artistas como Leoni, Nuno Rau, Hélio Pequeno, Pepe Donato, Leo Nogueira, Samir Farias e outros. Várias de suas canções encontram-se no seu site walterribeiro.com.br e podem ser ouvidas e baixadas.

wribeirojr@gmail.com
http://www.walterribeiro.com.br/

Vivianne Tosto

Compositora e cantora

Vivianne Tosto deu início à sua carreira, despretensiosamente, em um show no Teatro ABI, em 1983, por sugestão de amigos. A música para Vivianne sempre fluiu de forma simples, mas imperativa, definitiva em sua vida.  Por isso, mesmo após frequentar aulas de Arquitetura e Desenho Industrial, não teve dúvidas: o prazer de cantar era o que a movia e move.
A partir de então, entregou-se a esse “ofício”, dando início a apresentações em bares, hotéis, teatros e casas de espetáculo do Rio de Janeiro.  Apresentou-se em alguns Programas de TV, como CIRANDA e ATITUDE.COM (TVE) e rádios como MISTURA FINA (Rádio Serrana de Teresópolis), CBN, Rádio MEC, Rádio TRIBUNA (ES) e Rádio OPÇÃO (Barra de São João).
Em 1995 rumou para o Caribe, cantando a bordo do navio SEAWIND CROWN, durante dois meses e meio.
Sua voz de contralto chamou a atenção da cantora Marisa Gata Mansa,para quem fez backing vocal.  Vivianne participou ainda do bem humorado grupo músico-teatral DR. PORÃO E OS N. FRANKS, apresentando-se em temporadas no Rock Memória Café e no Café do Teatro Casa Grande.
Lançou seu primeiro CD, PEDAÇOS, em abril de 2007 no Teatro Rival Petrobras BR, apresentando composições próprias e de compositores já consagrados.
Suas apresentações em reconhecidos espaços como Teatro Rival, Centro Cultural Carioca, Espaço Cultural Sérgio Porto, Circo Voador e Casarão Ameno Resedá, foram de grande sucesso, o que trouxe Vivianne para perto do grande público.  Vivianne também se apresentou em festivais internacionais.  Em 2008, 2011 e 2013 esteve no FESTLIP, ao lado de músicos internacionais de Moçambique, Angola, Portugal, Cabo Verde e Guiné-Bissau.
Em dezembro de 2010, Vivianne fez o lançamento do seu segundo CD, intitulado SIGA-ME, com um belíssimo show no Teatro Rival, que teve participações de artistas como João Pinheiro, Cesar Beliery e Isabella Taviani, que gravou uma de suas composições (CONTRAMÃO) em seu DVD.
Não se pode deixar de mencionar sua passagem por lugares como:
Espaço Laranja, Rio Design Leblon, Teatro Bibi Ferreira, Sesc de Ramos , Santa Saideira , Shopping Barra Garden, Cantinho da Barra, Café Laranjeiras, Mistura Fina, Bar do Ernesto, Teatro Sesi, Tijuca Tênis Clube, Vinícius Piano Bar, Marina Palace Hotel, Teatro da UFF, Auditório do Instituto de Educação.
Últimas apresentações:
20/05/2019 – Espaço Terra, 06/12/2019 –  Villa Rio, 04/01/2020, 15/02/2020 – Villa 25
Vivianne está agora com o terceiro trabalho, também autoral. Todas as músicas podem ser encontradas nas plataformas digitais

viviannesobralgeneroso@gmail.com
https://www.youtube.com/channel/UCFo2YWEbIbJhWqCXFSrTYxg

Nuno Rau

compositor e poeta

Nuno Rau, poeta, letrista, arquiteto, professor de história da arte, tem poemas em diversas revistas literárias, e nas antologias Desvio para o vermelho, do Centro Cultural São Paulo, Escriptonita, que co-organizou, e 29 de Abril: o verso da violência.
Publicou o livro Mecânica Aplicada (Editora Patuá, 2017), poemas, finalista do 60º Prêmio Jabuti e do 3º Prêmio Rio de Literatura.
Ministra oficinas de poesia no Instituto Estação das Letras e é coeditor da revista mallarmargens.com.

nuno.rau@gmail.com
http://www.mallarmargens.com/

Revista eletrônica de arte contemporânea

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: