As 7 melhores duplas de sapateado nos filmes americanos

por Alexei Henriques

Na época do Vaudeville, no início do século XX, era muito comum um artista se juntar com outro para tentar fazer sucesso nos teatros americanos. Com isso, muitas duplas surgiram e, quando os musicais de Hollywood começaram aparecer, vários desses artistas foram para o cinema. Existem várias duplas que ficaram famosas nos musicais de sapateado de Hollywood e hoje falaremos sobre as 7 melhores duplas do sapateado nos filmes americanos segundo eu mesmo, rsrs. Então, quem quiser, pode escrever nos comentários caso ache que eu deveria ter mencionado outras duplas. Não vou falar aqui as duplas numa ordem de melhor ou pior. Para não haver dúvidas, falarei em ordem cronológica, levando em conta o ano da primeira aparição da dupla no cinema:

1 – Para abrir nossa lista, vou começar falando sobre os Nicholas Brothers. No texto “O melhor número de dança de todos os tempos” eu falo um pouco mais sobre essa dupla de irmãos sapateadores. Fayard e Harold começaram no cinema em 1932, quando eles ainda eram menores de idade. Alguns de seus principais números são o “The Lucky Number” do filme “Black Network” (1936), “Be a Clown” dançado com Gene Kelly no filme “The Pirate” (1948) e o famoso número “Jumpin Jive” do filme “Stormy Weather”.

Vídeo dos Nicholas Brothers no número “The Lucky Number” do filme “The Black Network” (1936) – https://www.youtube.com/watch?v=U0oiSqaEbms

Aperte aqui para acessar o texto “O Melhor Número de Dança da História” onde falo um pouco mais sobre a dupla e onde você poderá ver o famoso número “Jumpin Jive” – https://poeticasembytes.com/2020/09/22/o-melhor-numero-de-danca-da-historia/

2 – Nossa próxima dupla é possivelmente a dupla de dançarinos mais famosa de Hollywood: Fred Astaire e Ginger Rogers. Um dos pontos fortes da dança de Fred Astaire é, além do sapateado, claro, justamente a dança de salão. Em seus filmes, ele muitas vezes está acompanhado por uma dama, sendo Ginger Rogers sua principal parceira. Juntos eles fizeram 10 filmes, 9 com os estúdios da recém lançada RKO, sendo o “Picolino” (1935), com a música “Cheek to Cheek” um de seus mais famosos números. Seus filmes tiveram muita importância para o crescimento do estúdio. Fred se inspirou nos sapateadores negros do vaudeville trazendo muito charme e elegância ao sapateado, além de juntar essa dança dos pés com a dança de salão e trazer algumas inovações na maneira como seus números de dança eram filmados. O primeiro filme da dupla foi “Flying Down to Rio” (Voando Para o Rio) de 1933. Além desse e do “Picolino”, alguns filmes importantes da dupla a serem destacados são “Vamos Dançar”, “Alegre Divorciada” e “Ritmo Louco”. Em 1939 a dupla fez sua última aparição nos filmes da RKO e só voltaram a dançar juntos de novo apenas mais uma vez no filme “The Barkleys of Broadway” em 1949, o único filme colorido dos dois. Durante a década de 40, Ginger Rogers, que fez quase 100 filmes ao longo de sua carreira, fez longas mais dramáticos, chegando a ganhar o Oscar de melhor atriz em 1941 no filme “Kitty Foyle”.

Vídeo do Fred Astaire e Ginger Rogers no número “Swing Time” do filme “Ritmo Louco” (1936) – https://www.youtube.com/watch?v=mxPgplMujzQ

3 – A dupla que eu irei falar agora é composta por aquele que é considerado como o sapateador mais importante de todos os tempos e aquela que foi uma das mais famosas atrizes de seu tempo: Bill Bojangles Robson e Shirley Temple. É importante você saber que o dia internacional do sapateado é em homenagem a esse grande artista e a criança prodígio que dançava com ele foi a grande responsável por salvar os estúdios da Fox da falência, sendo considerada a atriz mirim mais famosa de todos os tempos. Bojangles e Shirley Temple foram o primeiro casal interracial de Hollywood e foi a primeira vez que um negro ficou responsável por uma criança branca no cinema. Naquele tempo havia várias leis segregacionistas e, em uma delas, era proibido que pessoas negras dançassem ou contracenassem com brancos. Mas como Shirley Temple era uma criança, essa junção acabou sendo permitida e juntos eles fizeram 4 filmes: “The Little Colonel”, “The Littlest Rebel”, “Rebecca of Sunnybeak Farm” e “Just Around the corner”.

Vídeo de Bojangles e Shirley Temple no filme “A Pequena Rebelde” (1935) – https://www.youtube.com/watch?v=776oLm9GXxQ

4 – Como Fred Astaire era o “rei” do sapateado a dois, nossas duas próximas duplas também serão com ele. Uma das grandes sapateadoras que fizeram par com Astaire foi a Eleonor Powell. Antes de ir à Hollywood, Powell passou pelo vaudeville e a Broadway. E já naquele tempo, ela tinha o apelido de “melhor sapateadora do mundo”. Sua primeira aparição no cinema foi em 1930, mas foi no filme Broadway Melody de 1936 com o número “Fascinating Rhythm” que Powell obteve seu maior prestígio salvando os estúdios da MGM da falência com seu deslumbrante entusiasmo e inesgotáveis giros. E seu número “Beguine the Beguin”, com o Fred Astaire, no filme “Broadway Melody” de 1940, é considerado um dos melhores duos de sapateado do cinema.

Vídeo do Fred Astaire e Eleonor Powell no número “Beguine the Beguin” do filme “Broadway Melody” de 1940 – https://www.youtube.com/watch?v=Tospvuz4gtc

5 – Foi no filme “Ziegfeld Follies” de 1946 que o público pôde apreciar os dois mais famosos sapateadores de todos os tempos dançando num mesmo número: Fred Astaire e Gene Kelly. Esse foi o único momento em que os dois dançaram juntos e a dança que eles fazem é, na verdade, uma adaptação de um número que Fred fazia com sua irmã, Adele, antes de começar a carreira no cinema. O filme “Ziegfeld Follies” é uma homenagem ao empresário do entretenimento no início do século XX que ajudou a florescer os grandes musicais da Broadway.

Vídeo com o número de Fred Astaire e Gene Kelly no filme “Ziegfeld Follies” de 1946 – https://www.youtube.com/watch?v=QKapFZt-sO0

6 – Os dois sapateadores que veremos agora são os principais representantes do estilo classic tap e eles fizeram parte do Copasetic: Coles & Atkins. A dupla se formou na década de 40 e por 19 anos eles permaneceram juntos fazendo apresentações em variados locais ao redor do mundo. O classic tap é um estilo de sapateado soft shoes, mais leve, controlado e elegante. Esse estilo nasceu com sapateadores negros americanos anos antes da dupla se formar, ao tentarem de alguma forma, combater o racismo existente. Os praticantes desse estilo naquela época davam um ar de elegância aos seus números, tentando desvincular a imagem dos negros a pessoas selvagens e tribais. Coles and Atkins, então, possuíam toda essa graça e elegância característica do estilo, se diferenciando de outros números da época que tentavam impressionar com sua agilidade.
Um de seus mais famosos números foi o “Slow Soft Shoe”, um número muito lento, porém altamente preciso que eles faziam em uníssono. Os dois integrantes desse importante duo foram Charles “Honi” Coles e Cholly Atkins. Apesar da dupla ser famosa por esse número lento, Honi Coles, antes de se juntar a Cholly Atkins, possuía a fama de ter os pés mais rápidos do mercado. E ele, em 1986, foi um dos fundadores da American Tap Dance Foundation junto com Brenda Bufalino e Tony Waag. Já o seu parceiro, após o término da dupla e durante o declínio do sapateado americano que aconteceu nas décadas de 50 e 60, trabalhou como coreógrafo de vários artistas da principal gravadora de música negra da época, a Mowtown. Por conta da segregação racial ainda presente na cultura americana da era de ouro do sapateado, a maioria dos sapateadores de Hollywood era branca e os sapateadores negros trabalhavam, normalmente, fazendo shows nas casas noturnas americanas. Com essa dupla não foi diferente, eles não fizeram parte do grupo de estrelas hollywoodianas. Mas há um filme de 1955 em que eles aparecem dançando juntos: o “Rock’n’Roll Revue”. Esse filme foi feito para a TV e é uma compilação de shows apresentados num teatro. Dirigido por Joseph Kohn e com várias estrelas da época como Duke Ellington e o sapateador Leonard Reed, “Rock’n’Roll Revue” foi feito num momento em que esse novo estilo de música estava surgindo. É interessante assistir ao filme, pois, a música tocada carregava muito dos estilos que deram origem ao Rock como o jazz e o blues.

Vídeo com a parte em que Coles & Atkins dança no filme “Rock’n’Roll Revue”- https://www.youtube.com/watch?v=NB_9USqKbzA

Aqui temos o famoso número da dupla, “Slow Soft Shoe”. Esse vídeo faz parte do “Over The Top to Bebop: Honi Coles and Cholly Atkins”, que foi produzido em 1964 com o historiador de jazz Marshall Stearns – https://www.youtube.com/watch?v=M6f6ewUdHcQ


7 – Para terminar, peço uma licença, pois nossa próxima dupla não é totalmente formada por sapateadores. Mas ela é formada por, talvez, o principal influenciador das gerações de sapateado das últimas décadas do sec. XX e por um dos melhores bailarinos de seu tempo: Gregory Hines e Mikhail Baryshnikov. Gregory Hines teve uma enorme importância no renascimento do sapateado na década de 80, tendo feito musicais na Broadway, programas de TV e vários filmes, sendo um deles o “White Nights” (Sol da Meia Noite) de 1985. O filme fala sobre a um bailarino russo que havia desertado para viver nos EUA e um sapateador americano amador que, durante a Guerra do Vietnã, fugiu para a Rússia. Como estamos falando aqui sobre um dos maiores artistas do balé e do sapateado, essa junção não poderia ser esquecida.

Vídeo com um trecho do filme “White Nights” (1985), com Gregory Hines e Mikhail Baryshnikov – https://www.youtube.com/watch?v=0qDGVHy5iTM

Falo um pouco mais sobre o Gregory Hines no texto “O Dia Internacional do Sapateado, Gregory Hines e Tap, a Dança de Duas Vidas” – https://poeticasembytes.com/2020/10/24/o-dia-internacional-do-sapateado-gregory-hines-e-tap-a-danca-de-duas-vidas/

Bem, essas são as minhas principais duplas do sapateado nos filmes americanos. E as suas duplas preferidas do sapateado? Você acha que eu deveria ter falado de alguma outra dupla que eu deixei de lado? Se sim, escreva nos comentários!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s